Exclusão digital: desafio para os comunicadores

Muito embora traiga infinitas possibilidades de democratização e acesso à informação, as tecnologias da informação e da comunicação ainda separam usuários e excluídos do mundo digital. Trata-se do chamado fosso digital. No Brasil, apenas 17,5% da população tem acesso a Internet e a computadores e cerca de 2,5 milhões de pessoas desse total têm acesso à Internet de alta velocidade. O cenário ilustra o reduzido contingente populacional com acesso a tecnologia.
A cidadania parece estar ligada a essa nova realidade e os alijados desse novo processo precisam de acesso aos meios de comunicação modernos (telefonia e redes de informação) e, sobretudo, acesso à educação. Possíveis soluções para acesso comunitário incluem cibercafés, quiosques, bibliotecas públicas e telecentros subsidiados ou cobrados por utilização. Não basta prover os benefícios da revolução digital aos setores mais favorecidos socialmente; o cerne do problema deve ser resolvido e tais benefícios devem ser estendidos a toda a sociedade como forma de prática de cidadania, ainda que virtual.

You may also like...

No Responses

  1. Inaiá Sant Ana disse:

    Oi, Carol..
    Estive passeando pelo seu blog e quero parabenizá-la. Está muito bom. Achei um post sobre comunicação pública – tema da minha monografia – e gostei muito.
    Parabéns…Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>